Naninho





 

 



Conheça um pouco mais sobre a Rádio Rio Mar


Histórico

 

A Rádio Rio Mar foi inaugurada no dia 15 de novembro de 1954, às 17:00 horas, recebendo as bênçãos do Padre. Agostinho Caballero Martin.

Seus Fundadores: O comerciante Charles Hamú e os irmãos Aguinaldo e Aluysio Archer Pinto, proprietários de “O Jornal e Diário Tarde” então órgãos mais prestigiosos da imprensa amazonense. A Rádio Rio Mar viveu seus primeiros momentos de glória já na década de 1950.

O Início: A Emissora operava uma estação de “onda média” na freqüência de 990 kHz, com potência de 1,0 kW. Foi a primeira estação de onda média a ser instalada no Amazonas, pois as outras duas já existentes – Rádio Baré e Difusora – operavam em “onda tropical”. A freqüência original foi modificada, pouco depois, pra 1.440 kHz. Desde 1982, opera em 1.290 kHz.

Primeiro Estúdio: Foi instalado no 8º andar do edifício IAPTEC – hoje INSS – situado na praça D.Pedro II. Em 1958, foi transferida para a Av. Epaminondas, 555, ano em que foi inaugurada a estação de “onda curta”, que opera na freqüência de 9.695 kHz, faixa dos 31 metros, seu prefixo original era ZYB-22.

Primeiros Locutores: Os primeiros locutores a trabalhar na emissora foram Djalma Dutra, Wilma Pinheiro e Edson Paiva.

Operador de Som: O operador de som que colocou a Rádio no ar, no dia da inauguração, foi Carlos Zamith de Oliveira, hoje funcionário público municipal aposentado e que por muitos anos manteve uma coluna de esportes nos jornais de Manaus.

Primeiro Programa de Esportes: Rio Mar nos Esportes, era o nome do programa, foi ao ar no dia 9 de março de 1955, comandado por Luiz Verçosa e Denis Menezes, tendo este último se transferido para o Rio de Janeiro, onde atuou com destaque em algumas emissoras cariocas.

Primeiro Diretor Artístico: Foi o radialista e teatrólogo Alfredo Fernandes, que mais tarde foi substituído por Erasmo Linhares, o qual permaneceu na Rádio por mais de 40 anos; desde a inauguração da emissora até o seu falecimento.

 

Um pouco mais sobre a Rádio Rio Mar dos anos 60



Em 1960: Estúdios e Administração foram removidos para um prédio próprio que, desde a fundação, até hoje, funcionam na estrada da Compensa, no bairro de São Raimundo.


Em 1962: A Rádio Rio Mar sofreria profunda as alterações. Nesse ano, o então Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom João de Souza Lima, sentindo a necessidade de utilização do rádio como veículo de apoio às ações pastorais, em razão das dimensões territoriais da Arquidiocese e das peculiaridades geográficas da região, adquiriu a concessão e as instalações físicas.

O controle da sociedade que, à época, era exercido pelos senhores Charles Hamú, Gilberto Mestrinho e Plínio Coelho, passaram para a Arquidiocese, representada – pra atender a dispositivos legais – por Dom João de Souza Lima, Padre Tiago de Souza Braz e padre Onias Bento da Silva. A Administração direta da Emissora foi confiada a padre Tiago que, durante 35 anos permaneceu no posto, sucessivamente mantido por Dom João, Dom Milton, Dom Arcângelo, Dom Clóvis e Dom Luiz. Em pouco tempo a empresa foi organizada. O transmissor de onda curta estava desativado e cerca de dois anos, por carência de componentes essenciais, foi recolocado no ar com sua potência máximo – 7,5 kHz..

Com o crescimento, as instalações situadas no bairro de Santo Antonio, que já eram precárias, tornaram-se impróprias para atender a todos os serviços que a emissora absorveu, sobretudo pelo aumento de seu quadro de pessoal, decorrente da reorganização dos departamentos de Radiojornalismo e de Esportes, além da criação de um “cast”de cantores e instrumentalistas.

Diante desse quadro, Padre Tiago, com apoio de Dom João, decidiu-se uma empreitada, para a época bastante arrojada: construir uma nova sede no centro da cidade.

Feito o plano de execução veio a seguir em 1967, com recursos tomados junto ao Banco da Amazônia S.A. , foram iniciadas as obras do atual Edifício Rio Mar, localizado na Rua José Clemente nº 500, ao lado do Teatro Amazonas, para onde finalmente, foram transferidos estúdios e administração da emissora.



Cinco décadas de Rádio Rio Mar

 


Cinco Décadas: Ao ultrapassar cinco décadas de existência, a Rádio Rio Mar carrega em sua bagagem uma rica história que marcou a vida do povo amazonense, principalmente no período em que eram poucos os meios de comunicação. A Rádio foi considerada por muito tempo, a Escola do Rádio, pois inúmeros profissionais que despontaram posteriormente, iniciaram suas atividades na Emissora.

Atualmente: A Rádio Rio Mar vive um novo momento, é claro, tentando se adaptar a um novo tempo. Sua programação contempla programas de todos os gêneros, do esporte ao religioso. Mantém ainda hoje programas como " O correspondente do Interior" , programas de avisos, que serve como único meio de comunicação entre a capital e várias localidades da região. A emissora sofreu grandes perdas, com a morte do colunista Little Box, que durante anos comandou o programa " Night and Day" , a única coluna social feita no rádio. O programa existia há mais de 30 anos. O programa " Mundo dos Clássicos" , permaneceu durante o período de 1957 até abril de 2005, somando 47 anos e nunca deixou de ser apresentado por seu criador, o falecido, Engº. Nelson Porto.



Nova Sede da Rádio Rio Mar

 


Nova Sede: Instalada em sua nova sede, a empresa experimentou a nova fase de crescimento, sobretudo pelas facilidades de comercialização de seu horário, dada a localização no centro da cidade, o que permitiu a aquisição de novos equipamentos para os estúdios.

Em 1982: Com o crescimento desordenado de Manaus e o conseqüente aparecimento de novos bairros, à direção da Emissora sentiu a necessidade de melhorar seu desempenho em termos espaciais. Conseguiu, então, do ministério das comunicações, autorização pra aumentar a potência da estação de onda média de 1,0 para 5,0 kW, o que implicou a compra de um novo transmissor, mas resultando na expansão de sua área de abrangência.

Em 1989: Onda curta – freqüência de 6.160 kHz, faixa 49 metros, 10 kW de potência - . o qual entrou em operação em meados de 1989. Este procedimento representou novo investimento, com a compra de um outro transmissor e do sistema irradiante compatível, mas com duas grandes vantagens: enriqueceu seu patrimônio e alargou consideravelmente o leque de seus ouvintes, o que tornou a Rádio Rio Mar, a emissora mais ouvida do estado, mérito que ostenta até os dias atuais, por ser a única a cobrir todos os municípios do Amazonas.



Outras informações sobre a Rádio Rio Mar

 


Outras Informações: A Rádio Rio Mar integra a Rede Bandeirantes de Rádio, por satélite, exclusivamente para a transmissão de programas jornalísticos e esportivos; é filiada à Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão – ABERT e à Associação Amazonense de Emissora de Rádio e Televisão – AMERT; integra a Rede Católica de Rádio.


Como Sintonizar a Rádio Rio Mar


AM 1.290 kHz
Ondas Curtas 31 metros 9.695 kHz
Ondas Curtas 49 metros 6.160 kHz

Internet:
www.radioriomarfm.com.br


Diretoria da Rádio Rio Mar

 

Diretor Presidente: Dom Sérgio Eduardo Castriani

Superintendente: Padre Charles Cunha

Diretor de Programação: Anderson Santos

Diretora de Jornalismo: Gecilene Sales

Diretor Administrativo e Contador: Alberto da Silva



 

 

 




 

website: www.momentosinesqueciveis.mus.br